O que saber antes de abrir uma empresa.

O que saber antes de abrir uma empresa.

Começar um pequeno negócio não é uma decisão pequena. Mas, apesar dos inúmeros sacrifícios e desafios enfrentados pelos pequenos empresários, 84% dos donos de pequenas empresas fariam tudo de novo. Se você está pensando em dar um mergulho e começar um negócio próprio, há alguns passos importantes que você precisa dar primeiro.

Essas dicas surgem do que vejo os empreendedores bem-sucedidos e o que eu vejo os que não conseguem fazer. Aqui estão as 10 coisas que você precisa fazer antes de começar um negócio:

1. Desenvolva uma mensagem poderosa

Qual problema do cliente você está resolvendo que os potenciais clientes estão dispostos a pagar? Isso é freqüentemente chamado de proposta de valor. Além disso, por que sua empresa terá sucesso operacional e financeiro?.Veja como configurar e manter um orçamento para sua pequena empresa.

2. Concentre-se no cliente e compreenda completamente o mercado

Há muitos exemplos de empresas que não têm o melhor produto / serviço ou não são as primeiras a comercializar, mas são muito bem-sucedidas porque dominam o marketing e as vendas. Pesquise os dados demográficos e psicográficos da sua base de clientes em potencial e entenda seus hábitos de compra .

Observe os concorrentes, converse com empresas semelhantes, navegue pelos sites de seus concorrentes e entenda o que os clientes estão dizendo sobre eles nas mídias sociais.

3. Comece pequeno e cresça

Se possível, autofinanciar sua startup e, em seguida, ir para o financiamento quando você pode criar uma história de crescimento. Isso pode fazer com que você divida sua oferta de produtos / serviços em partes menores para que você possa financiar os estágios iniciais e obter alguma tração e experiência. Use este conselho para determinar quanto dinheiro sua pequena empresa deve ter.

4. Entenda seus próprios pontos fortes, habilidades e tempo disponível

Saiba quando você precisa contratar um contador , advogado, agente de seguros, especialista em marketing , designer de página da Web ou outro profissional. Isso iniciará seu processo de gerenciamento como proprietário de uma empresa. A Constant Contact trabalha com consultores de marketing para ajudá-lo a começar uma variedade de serviços.

Businessman hands showing different gesture thumb up and thumb down, voting and feedback concept

Confira as listagens do Marketplace para encontrar ajuda especializada em design da Web, estratégia de marketing e muito mais.

5. Cerque-se de conselheiros e mentores

Lançar e crescer um negócio é difícil, e mais da metade falhará dentro de cinco anos Ninguém pode ter todo o conhecimento, experiência ou mesmo perspectiva para lidar com todas as situações de negócios. Ganhe das habilidades e experiências dos outros.

6. Obtenha um mentor SCORE

Se você não tiver certeza de onde encontrar um mentor, o SCORE é um ótimo lugar para começar. Os mentores da SCORE são gratuitos – basta visitar www.SCORE.org para encontrar um mentor cara a cara perto de você ou um mentor para entrar em contato via e-mail ou Skype.

Também neste site há muitos workshops gratuitos, webinars e templates, todos focados em ajudar os empreendedores a iniciar e desenvolver um negócio com sucesso.

7. Escreva um plano de negócios

Começar um negócio é difícil e arriscado; é fácil gastar todo o seu tempo e recursos nisso.

Ter um plano escrito com seus resultados projetados e objetivos pessoais é a melhor maneira de permanecer no caminho certo.

Por exemplo, sua empresa pode obter um lucro de US $ 20.000. Mas se você mora em uma cidade grande, apóia uma família e talvez pais idosos, e está tentando economizar para a faculdade e aposentadoria das crianças, então provavelmente US $ 20.000 não são suficientes.

Um plano de negócios colocará suas ideias em termos concretos e ajudará a identificar locais para alterar o modelo de negócios, quando necessário.

8. Conheça seus números

Tenha uma boa noção de suas vendas, margens brutas, lucros, fluxo de caixa e as métricas específicas associadas ao seu negócio. Você estará tomando muitas decisões “on the fly” e conhecer os números – a economia de negócios – ajudará a garantir que você tome as decisões certas.

Procure maneiras de cortar custos onde puder. Use ferramentas de baixo custo como e-mail marketing e mídia social para gerar reconhecimento, em vez de métodos de publicidade tradicionais mais caros.

9. Entenda que não há direitos

Não subestime este: você vai trabalhar duro para todas as suas conquistas. Ser um pequeno empresário é um dos trabalhos mais difíceis. Em uma pesquisa recente, 40% dos donos de pequenos negócios disseram que não tiram férias e têm dinheiro amarrado em seus negócios.

10. Tenha uma paixão pelo que você está fazendo

Ser um fundador de negócios pode ser muito solitário e não há horas suficientes no dia para realizar tudo. De grandes sucessos a grandes desvantagens, se você não é alimentado pela paixão em cada passo do seu trabalho se torna muito mais difícil.

Seguindo a risca todas essas dicas, com certeza você vai abrir seu próprio negócio da melhor maneira possível, já preparado para alguns imprevistos e sabendo dos possíveis erros que podem causar um desastre nas pessoas que abrem, seu próprio negócio sem experiência e conhecimento algum.

Gerenciando as finanças do seu negócio.

Quer ter as finanças sob controle na sua pequena empresa?

Conhecer o estado de seus assuntos financeiros de trás para frente é uma das melhores maneiras de garantir que o dinheiro continue fluindo.

Permanecer em cima de suas finanças significa que você pode evitar dívidas comerciais imprevistas e ter dinheiro suficiente para investir e expandir seus negócios.

Fique por dentro do gerenciamento de dinheiro do dia-a-dia

Gerencie adequadamente sua contabilidade. Você pode contratar um bom contador ou comprar software de contabilidade. É crucial que você mantenha um controle preciso de sua renda e custos.

Revise seus custos. 

Acompanhe todas as suas despesas da sua pequena empresa. Elas podem aumentar rapidamente, mas analisá-los permite que você ajuste o destino do seu dinheiro, assim você vai se precaver de gastos extras.

Faça projeções financeiras. 

Ter projeções financeiras claras é importante. Seu principal plano de negócios o ajudará a antecipar e abordar possíveis obstáculos futuros.

Não fique com folga no faturamento.

Envie as faturas o mais rápido possível após o fornecimento de mercadorias ou serviços.

Defina condições de pagamento de sete dias para garantir que os pagamentos não sejam esquecidos ou perdidos no processo.

Você pode tornar isso mais fácil criando modelos de conjunto para follow-ups de e-mail ou SMS. Números de fatura de referência e referência cruzada com os pagamentos.


Negócios separados, lazer e contas privadas

Mantenha uma conta bancária comercial separada. Misturar dinheiro de negócios com suas finanças pessoais é uma receita para perdas inexplicáveis ​​e problemas fiscais. Manter o dinheiro do seu negócio separado tornará a rentabilidade de medição mais fácil e ajudará você a manter o controle adequado de suas despesas.

Acompanhe os empréstimos pessoais para o seu negócio. Mantenha registros precisos do que você empresta ao seu negócio. Quando seu negócio começa a ganhar dinheiro, você pode facilmente pagar o empréstimo do diretor antes de pagar o imposto sobre o lucro remanescente.

Certifique-se de se pagar primeiro. Isso não significa sugar todo o lucro no momento em que você o faz; comece com 10% dos ganhos. Esta é uma boa maneira de reservar dinheiro de forma consistente e testar a rentabilidade do seu negócio. Ele também fornece uma rede de segurança para despesas inesperadas.

Mesmo que você pague a si mesmo, não seja sugado pelos benefícios da propriedade da empresa, mesmo se puder pagar por ela. Defina seu salário o mais baixo possível e ofereça apenas benefícios obrigatórios do governo. O que você economiza agora lhe dará mais flexibilidade nos próximos meses magros.


Cuide dos maiores problemas de negócios

Tome cuidado ao expandir. 

Certifique-se de que a expansão seja feita de maneira firme e inteligente. Empurrar grandes quantidades de dinheiro em expansões muito rápidas e drásticas pode ser desastroso.

Assuma o controle de seu próprio marketing e relações públicas. Siga um PR e estratégia de marketing para garantir que os esforços sejam intencionais e focados.

Considere alugar em vez de comprar. 

O equipamento de leasing, em vez de comprar, ajuda a evitar custos de manutenção e também pode impedir que você pague demais em equipamentos necessários apenas por um período específico de tempo. Você também pode considerar alugar seu espaço de escritório, pois facilita a transferência e a expansão.

Não espere muito tempo antes de procurar um empréstimo. 

Um erro fácil de fazer é esperar até que seu negócio esteja com problemas financeiros antes de solicitar empréstimos ou outro crédito. Isto é exatamente quando você será menos provável receber financiamento. Considere a possibilidade de solicitar um empréstimo comercial quando suas finanças ainda estiverem em bom estado. Desta forma, o empréstimo pode ser usado para expansão ou como uma linha de crédito de emergência em vez de resgate.

Certifique-se de ter capital suficiente. 

As pequenas empresas tendem a não ter capital suficiente para passar pela fase inicial. Para evitar isso, tenha três meses de despesas salvas mais o valor que você espera das despesas de negócios dos primeiros três meses. Planeje como se você não esperasse receber receita de negócios.

Não gaste prematuramente. Não exagere nos cartões de visita, na escrita de assinaturas, nos materiais de marketing, nos carros ou no inventário antes de qualquer receita real entrar. Isso pode criar um bloqueio de fluxo de ca

Como ser MEI.

Se você já deu um início em um pequeno negócio, certamente já ouviu falar sobre o MEI, mas para saber realmente para que serve, mostraremos abaixo tudo sobre o microempreendedor individual, como formalizar seu negócio, as vantagens e tudo o que você precisa saber sobre o MEI.

O que é?

Foi desenvolvido para quem está começando um pequeno negócio, com o MEI você pode ter sua empresa legalizada e ter direito aos benefícios que o microempreendedor individual tem direito.
Para se tornar MEI, é necessário que a empresa fature até R$ 81.000,00 por ano, não ser sócio nem participante de outra empresa e ter somente um empregado contratado e que ele receba um salário mínimo ou o piso da categoria em que a empresa trabalha. Além de também ficar isento dos tributos federais como Imposto de Renda, Pis, Cofins, IPI e CSLL.

Quem pode ser MEI?

Criado especialmente para trabalhadores que possuem microempresas ou trabalhos informais e desejam legalizar sua empresa, pensando sempre no futuro sucesso da empresa e contando também com os benefícios de ser um MEI.
Para ser considerado um MEI é preciso estar dentro das seguintes regras:
A empresa pode faturar por ano o valor máximo de R$ 81.000,00.
O empreendedor não pode ser sócio nem atuar em outra empresa ao mesmo tempo de ser MEI.

A empresa em questão só pode ter um funcionário contratado, que receba um salário mínimo ou o piso da categoria atuante da empresa.
O micro empreendedor cria a empresa em seu próprio nome, impossibilitando que esse empreendimento seja dividido entre pessoas físicas.

Assim as possíveis dívidas da empresa podem interferir, resultando em interferências ao patrimônio do titular, por isso é bom sempre ficar atento.
Quais são os benefícios?
Se você pretende se tornar um microempreendedor individual, confira abaixo os benefícios que você terá direito:
– CNPJ sem custo e sem burocracia;
– Alvará de funcionamento;
– Acesso a produtos e serviços bancários, como crédito;
– Poderá emitir nota fiscal;
– Baixo custo mensal com tributos.

Quais são as minhas obrigações?

Deverá pagar o valor mensal de R$ 47,85( Comércio ou indústria ) ou R$ 51,85 ( para prestação de serviços) ou R$52,85 ( comércio e serviços). Valores correspondentes ao INSS, que são 5% do salário mínimo podendo ser reajustado. Podem ser cobrados taxas estaduais/ municipais, mas dependem de seu estado e município onde é exercido a atividade.
Feito esse pagamento mensal o microempreendedor individual exerce de maneira legalizada a sua função além de contar com todos os benefícios previdenciários, como auxílio maternidade, auxílio doença, aposentadoria e etc.

Como faço para me cadastrar?

Em primeiro lugar antes de se cadastrar precisa ver se a atividade exercida esta dentro das permitidas para se tornar MEI.
S e a sua atividade está dentre as permitidas, siga os passo abaixo para fazer seu cadastro, esse procedimento é totalmente gratuito, rápido e fácil de se fazer.
– Acesse o site Portal do Empreendedor;
– Clique em “formalize-se” e, novamente, em “formalize-se”;
– Será aberto um formulário pedindo CPF e data de nascimento. Preencha essas informações e as que forem solicitadas a seguir;
– No final, confira se as informações estão corretas. Confira, também, as declarações;
– Preenchido tudo corretamente, você já estará cadastrado como MEI.
Fazendo esse cadastro você recebe o CNPJ MEI, seu certificado de condição de microempreendedor individual e alvará provisório.
Podendo a partir desse momento exercer sua atividade de forma legal e segura, além de aproveitar todos os benefícios disponíveis.